Empreendedoras.net

Dicas para iniciar um negócio de home staging


Dicas para iniciar um negócio de home staging

O home staging é uma profissão ainda pouco conhecida, mas que requer muitas qualidades: humana, comercial, estética e de consultoria.

Home staging pode ser particularmente atraente para pessoas experientes em design. Em comparação com outros modelos de negócios, não há necessidade de elevados investimentos iniciais.

E há muito espaço para crescimento no setor. Então, se você está interessado em começar seu próprio negócio de home stanging, aqui estão algumas dicas para começar.

Também pode interessar: como começar seu próprio negócio de Home Staging

O que é home staging?

A consultoria home staging tem como objetivo empreender e ter sucesso na preparação e apresentação de um imóvel de um proprietário que coloca à venda, permitindo-lhe vendê-lo a um preço melhor e em menos tempo.

Explore o mercado imobiliário local

Antes de começar seu negócio de home staging, você precisa entender as necessidades de seus potenciais clientes. Se você mora em uma área mais rica, você precisa estar disposto a investir em itens que vêm a um preço bastante alto.

Se você está em uma faixa de renda mais moderada, então você precisa ser capaz de tornar as casas mais interessantes sem gastar tanto dinheiro. Também é preciso estudar a vizinhança, isso pode ajudá-lo a entender os estilos arquitetônicos e tendências de design que são populares na área para que você possa acentuá-las em seus projetos.

Nomeie e licencie seu negócio

Torne o seu negócio oficial. Escolha um nome apropriado que comunique seu serviço e atrai sua clientela. Então você poderá ter uma licença para funcionar, emitir notas fiscais e proteger a sua marca.

Embora você possa fazer isso sozinho, o procedimento de abertura de empresa acaba tendo alguns passos burocráticos até que você tenha seu CNPJ e alvará. Para que você possa empreender regularizado, talvez seja melhor contratar um contador e contar com a ajuda de assessoria contábil para orientá-lo.

Escolha um mercado alvo específico

Além de oferecer os seus serviços apenas para proprietários locais, você pode escolher um objetivo específico para concentrar os seus esforços. Por exemplo, você pode criar uma rede de clientes corporativos com os qual você oferece os seus serviços. Imobiliárias e construtoras poderiam ser um bom lugar para começar.

Crie uma tabela de preços

Definir seus preços pode ser um passo difícil, mas importante. Considere seus próprios investimentos, o tempo que cada trabalho leva, e outros fatores que podem ser difíceis, como mover móveis para os andares superiores. Idealmente, você criaria uma fórmula que permite inserir facilmente todas as informações para cada trabalho, para que você possa trabalhar com preços de forma rápida e fácil.

Formular contratos de clientes

Um contrato sólido é a chave para qualquer acordo trabalhista. Se você não pode investir no começo, encontre modelos on-line e, caso, seja possível, entre em contato com um advogado de sua confiança para criar uma contrato que se adapte à sua situação específica.

Investindo em seguros de responsabilidade

Também é uma boa ideia ter um seguro de responsabilidade civil, caso você quebre ou danificar algo de custo elevado na casa de um cliente. Eles não querem entrar em litígio ou serem forçados a pagar por reparos que não foram feitos por eles. Fazendo isso, você pode garantir segurança e tranquilidade financeira ao segurado frente a alguns imprevistos.

Faça contato com corretores de imóveis

Uma das melhores e mais rápidas maneiras de se conectar com vendedores de imóveis são seus corretores de imóveis. Esses corretores estão igualmente motivados a ter suas casas vendidas rapidamente e a um preço alto. Conecte-se com eles e compartilhe suas informações de contato para que eles possam indicar novos clientes.

Encontre os melhores fornecedores

Alguns proprietários esvaziam suas casas completamente antes de colocar para venda, enquanto outros simplesmente vendem a casa com tudo dentro.

De qualquer forma, você provavelmente precisa trazer alguns elementos decorativos adicionais para encher os cômodos e torná-los particularmente atraentes para potenciais compradores.

Então visite alguns leilões, atacadistas de imóveis e peças de decoração para comprar os seus materiais de trabalho sem precisar gastar muito.

Invista em espaço de armazenamento

Se você precisa comprar grandes mobiliários ou peças de decoração ou costuma manter uma coleção de peças de decoração menores ao longo do tempo, você provavelmente precisa comprar ou alugar algum galpão ou espaço de armazenamento para que você possa manter todas essas peças para um trabalho futuro.

Construa um site na Internet

Uma presença online é importante para todos os negócios. Mas é especialmente importante para um campo visual e emergente como home staging. O site permite que os clientes em potencial realmente vejam o que você pode fazer e entendam o valor que você oferece.

Os clientes também precisam ser capazes de encontrar o seu site. Portanto, não deixe de se concentrar na criação de conteúdo de qualidade para que os clientes relevantes possam encontrá-lo.

Você também precisa ser capaz de mostrar exemplos do que você pode criar visualmente. Tire fotos de todo o seu trabalho e compile-as em um portfólio em seu site ou mesmo em um formato tradicional de catálogo para que você possa mostrar seu estilo para potenciais clientes.

Tendências e preferências do momento

À medida que a gestão da sua empresa avança, as tendências e preferências de design de compradores provavelmente mudarão. Portanto, seu estilo deve mudar, pois seu objetivo final é atrair esses compradores. Por isso, é importante continuar pesquisando no Pinterest, Instagram ou em revistas de decoração e se inspirar em novas tendências.